sábado, 15 de maio de 2021

Capítulo IV : Ninguém pode ver o reino de Deus, se não nascer de novo.


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:


Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da criança. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a criança expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.
 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.

















sábado, 8 de maio de 2021

Mundos Regeneradores




Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:


Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da criança. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a criança expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.
 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.
















sábado, 1 de maio de 2021

Evolução dos mundos


 


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:


Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da criança. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a criança expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.
 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.


















sexta-feira, 23 de abril de 2021

Há muitas moradas na casa do Pai. Parte II

 


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:


Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da criança. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a criança expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.
 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.


















sexta-feira, 16 de abril de 2021

Há muitas moradas na casa do meu Pai

 



Bom dia famílias! Esperamos que estejam bem.


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:

Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

▶️Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da criança. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a criança expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.
 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.








sábado, 10 de abril de 2021

Meu reino não é deste mundo

 


Bom dia famílias! Esperamos que estejam bem.


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:

Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

▶️Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da crianca. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a crianca expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.
 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.












sexta-feira, 2 de abril de 2021

JESUS E A PÁSCOA

 


Bom dia famílias! Esperamos que estejam bem.


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:

Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus. Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

▶️Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da crianca. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a crianca expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.

 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.






















sexta-feira, 26 de março de 2021

Meu reino não é deste mundo

 


 Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:


Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus.  Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

▶️Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da crianca. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a crianca expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.

 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.



Meu reino não é deste mundo  

- Ler capítulo 2 evangelho segundo espiritismo 

MÚSICA para iniciar 






















sábado, 20 de março de 2021

NÃO VIM DESTRUIR A LEI

Bom dia famílias! Esperamos que estejam bem.


Conforme nosso cronograma hoje passaremos algumas sugestões para o encontro da evangelização:

Vamos seguir com os temas do evangelho em sequência.

🌻Escolher um dia, horário da semana que seja melhor para a criança. 

🌻Convidar  a criança a ajudar a preparar o ambiente para o encontro com Jesus.  Se possível um lugar fixo.
🌻Preparar o evangelho, água para ser fluidificar, computador, tablet ou celular para assistir os vídeos ou músicas, folhas avulsas, lápis de cor, giz de cera, canetinhas, tesoura e cola.

▶️Convidar a criança a fazer a prece.
▶️Assistir os vídeos e comentar, falar sobre o tema e qual foi o entendimento da crianca. 
▶️Fazer um registro do jeito  da criança, desenho, recorte e colagem (revistas), dobradura etc. 
▶️Durante o registro, no início ou no final ouvir as músicas. Deixar a crianca expressar dançando e cantando.
▶️Finalizar com uma prece e beber a água fluidificada.
▶️Sugestão: compartilhar a produção realizada pela criança com os familiares durante a semana.

 

🌻 Estamos s disposição para qualquer dúvida.



NÃO VIM DESTRUIR A LEI

- Ler capítulo 1 evangelho segundo espiritismo 









Perguntas para fixação: 


1. Qual é o significado da palavra revelação?


2. Qual é o nome dado aqueles que recebem a revelação dos ensinamentos divinos?


3. Qual Espírito recebeu a revelação diretamente de Deus?


4. Quais foram as três grandes revelações?


5. O Espiritismo veio para destruir os ensinamentos trazidos por Moisés e Jesus?


6. Por que toda verdade não foi revelada desde o princípio?


7. A doutrina espírita foi revelada por uma única pessoa?


8. Por que é importante frequentar a Evangelização Infantil?











 

sábado, 12 de dezembro de 2020

 


Queridos pais,

Dois mil e vinte foi pleno de desafios, aprendizados e transformações. De repente, fomos convidados ao isolamento, que provocou o distanciamento. 

A tecnologia nos possibilitou encurtarmos a distância e darmos algum prosseguimento nas atividades da evangelização. 

Esperamos que no decorrer desses meses tenhamos conseguido levar um pouco dos ensinamentos de Jesus tanto para as crianças como para os responsáveis, através das atividades e mensagens no grupo do WhatsApp como no blog que foi criado. 

No último sábado, dia 5, em cumprimento ao nosso calendário, as atividades foram encerradas, mas, o blog será semanalmente atualizado. O retorno acontecerá em fevereiro, em data a ser confirmada. 

De coração desejamos que todos nós terminemos o ano conscientes que é a nossa fé que nos fortalece e nos renova a esperança em dias melhores. 

Que nossos lares, mentes e corações estejam abertos para receber o Cristo e que  a esperança e o amor se renovem diariamente na força da oração. 

Lembrando sempre que a partir do cumprimento dos ensinamentos de Jesus estaremos evangelizando, através do exemplo, as nossas crianças.

Sejamos todos, evangelizados, onde quer que estejamos! 

A equipe de evangelizadores do CEUF deseja a todos um abençoado Natal e um Ano Novo repleto de amor no coração.




sábado, 5 de dezembro de 2020

Encerrando Evangelização 2020

Queridas famílias,

Estamos encerrando hoje as vivências da evangelização do ano de 2020 esse ano excepcional! Tivemos que proporcionar um outro jeito de evangelizar e vocês familiares foram os evangelizadores, dando continuidade ao trabalho de trazer Jesus para dentro de nossas casas. 

Nós do DIJ estamos muitos gratos pela parceria e dedicação das famílias!

Esperamos ter contribuído para os encontros de cada um na sua casa e que as crianças tenham gostado dos vídeos, músicas e atividades propostas.

O início das vivências da evangelização de 2021 será comunicado em fevereiro.

Através da ferramenta do Blog continuaremos atualizando semanalmente com muito carinho!

Desejamos a todos um Natal e Ano Novo repleto de muito AMOR entre os familiares e muita PAZ nos corações!



Natal de Jesus



A Sabedoria da Vida situou o Natal de Jesus frente do Ano Novo, na memória da Humanidade, como que renovando as oportunidades do amor fraterno, diante dos nossos compromissos com o Tempo.


Projetam-se anualmente, sobre a Terra os mesmos raios excelsos da Estrela de Belém, clareando a estrada dos corações na esteira dos dias incessantes, convocando-nos a alma, em silêncio, à ascensão de todos os recursos para o bem supremo.


A recordação do Mestre desperta novas vibrações no sentimento da Cristandade.


Não mais o estábulo simples, nosso próprio espírito, em cujo íntimo o Senhor deseja fazer mais luz...


Santas alegrias nos procuram a alma, em todos os campos do idealismo evangélico


Natural o tom festivo das nossas manifestações de confiança renovada, entretanto, não podemos olvidar o trabalho renovador a que o Natal nos convida, cada ano, não obstante o pessimismo cristalizado de muitos companheiros, que desistiram temporariamente da comunhão fraternal.


E o ensejo de novas relações, acordando raciocínios enregelados com as notas harmoniosas do amor que o Mestre nos legou.


E a oportunidade de curar as nossas próprias fraquezas retificando atitudes menos felizes, ou de esquecer as faltas alheias para conosco, restabelecendo os elos da harmonia quebrada entre nós e os demais, em obediência à lição da desculpa espontânea, quantas vezes se fizerem necessárias.


É o passo definitivo para a descoberta de novas sementeiras de serviço edificante, através da visita aos irmãos mais sofredores do que nos mesmos e da aproximação com aqueles que se mostram inclinados à cooperação no progresso, a fim de praticarmos, mais intensivamente, o princípio do “amemo-nos uns aos outros”.


Conforme a nossa atitude espiritual ante o Natal, assim aparece o Ano Novo à nossa vida.


O aniversário de Jesus precede o natalício do Tempo.


Com o Mestre, recebemos o Dia do Amor e da Concórdia.


Com o tempo, encontramos o Dia da Fraternidade Universal.


O primeiro renova a alegria.


O segundo reforma a responsabilidade.


Comecemos oferecendo a Ele cinco minutos de pensamento e atividade e, a breve espaço, nosso espírito se achará convertido em altar vivo de sua infinita boa vontade para com as criaturas, nas bases da Sabedoria e do Amor.


Não nos esqueçamos.


Se Jesus não nascer e crescer, na manjedoura de nossa alma, em vão os Anos Novos se abrirão iluminados para nós.




Autor: Emmanuel

Psicografia de Francisco Cândido Xavier. Livro: Fonte de Paz










sábado, 28 de novembro de 2020

RENOVAÇAO

 



Bem compreendido, mas sobretudo bem sentido, o Espiritismo leva aos resultados acima expostos, que caracterizam o verdadeiro espírita, como o verdadeiro cristão, pois um o mesmo é que o outro. O Espiritismo não institui nenhuma nova moral; apenas facilita aos homens a inteligência e a prática da do Cristo, facultando fé inabalável e esclarecida aos que duvidam ou vacilam.


Muitos, entretanto, dos que acreditam nos fatos das manifestações não lhes apreendem as conseqüências, nem o alcance moral, ou, se os apreendem, não os aplicam a si mesmos. A que atribuir isso? A alguma falta de clareza da Doutrina? Não, pois que ela não contém alegorias nem figuras que possam dar lugar a falsas interpretações. A clareza é da sua essência mesma e é donde lhe vem a força, porque a faz ir direito à inteligência. Nada tem de misteriosa e seus iniciados não se acham de posse de qualquer segredo, oculto ao vulgo.


Será então necessária, para compreendê-la, uma inteligência fora do comum? Não, tanto que há homens de notória capacidade que não a compreendem, ao passo que inteligências vulgares, moços mesmo, apenas saídos da adolescência, lhes apreendem, com admirável precisão, os mais delicados matizes. Provém isso de que a parte por assim dizer material da ciência somente requer olhos que observem, enquanto a parte essencial exige um certo grau de sensibilidade, a que se pode chamar maturidade do senso moral, maturidade que independe da idade e do grau de instrução, porque é peculiar ao desenvolvimento, em sentido especial, do Espírito encarnado.


Nalguns, ainda muito tenazes são os laços da matéria para permitirem que o Espírito se desprenda das coisas da Terra; a névoa que os envolve tira-lhes a visão do infinito, donde resulta não romperem facilmente com os seus pendores, nem com seus hábitos, não percebendo haja qualquer coisa melhor do que aquilo de que são dotados. Têm a crença nos Espíritos como um simples fato, mas que nada ou bem pouco lhes modifica as tendências instintivas. Numa palavra: não divisam mais do que um raio de luz, insuficiente para guiá-los e para lhes facultar uma vigorosa aspiração, capaz de vencer seus pendores. Atêm-se mais aos fenômenos do que à moral, que se lhes afigura cediça e monótona. Pedem aos Espíritos que incessantemente os iniciem em novos mistérios, sem procurar saber se já se tornaram dignos de penetrar os segredos do Criador. Esses são os espíritas imperfeitos, alguns dos quais ficam a meio caminho ou se afastam de seus irmãos em crença, porque recuam ante a obrigação de se reformarem, ou então guardam as suas simpatias para os que lhes compartilham das fraquezas ou das prevenções. Contudo, a aceitação do princípio da doutrina é um primeiro passo que lhes tornará mais fácil o segundo, noutra existência.


Aquele que pode ser, com razão, qualificado de espírita verdadeiro e sincero, se acha em grau superior de adiantamento moral. O Espírito, que nele domina de modo mais completo a matéria, dá-lhe uma percepção mais clara do futuro; os princípios da Doutrina lhe fazem vibrar fibras que nos outros se conservam inertes. Em suma: é tocado no coração, pelo que inabalável se lhe torna a fé. Um é qual músico que alguns acordes bastam para comover, ao passo que outro apenas ouve sons. Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para domar suas inclinações más. Enquanto um se contenta com o seu horizonte limitado, outro, que apreende alguma coisa de melhor, se esforça por desligar-se dele e sempre o consegue, se tem firme a vontade.

Evangelho Segundo Espiritismo. Capítulo  XVII - Sede perfeitos, os bons espíritas.












sexta-feira, 20 de novembro de 2020

JESUS


Essas são algumas de suas palavras na obra O Mestre dos Mestres:


"Houve um homem que viveu há muitos séculos e que não apenas brilhou em sua inteligência, mas teve uma personalidade intrigante, misteriosa e fascinante. Ele conquistou uma fama indescritível. (...) Todavia, em detrimento de sua enorme fama, algumas áreas fundamentais da sua inteligência são pouco conhecidas. Ele destilava sabedoria diante das suas dores e era íntimo da arte de pensar. Esse homem foi Jesus Cristo.

A história de Cristo teve particularidades em toda a sua trajetória: do seu nascimento à sua morte. Ele abalou os alicerces da história humana por intermédio da sua própria história. Seu viver e seus pensamentos atravessaram gerações, varreram os séculos, embora ele nunca tenha procurado status social e político.

Sua vida sempre foi árida, sem nenhum privilégio econômico e social. Conheceu intimamente as dores da existência. Contudo, ao invés de se preocupar com as suas próprias dores e querer que o mundo gravitasse em torno das suas necessidades, ele se preocupava com as dores e necessidades alheias.

"Contudo, o Jesus de Nazaré continua a fascinar crentes e não-crentes, admiradores ou críticos. Por mais de dois séculos, estudiosos e pessoas comuns voltaram-se para esse camponês simples e pouco preocupado com as grandezas deste mundo. Durante os primeiros tempos, na luta do Iluminismo contra as Igrejas cristãs, Jesus causou espanto: como um iletrado, que nada nos deixou por escrito, pode ser tão influente? Como explicar os seus milagres? Com o passar do tempo, e conforme o interesse pelo Jesus Histórico expandiu-se e a luta antirreligiosa arrefeceu, procurou-se entender o contexto histórico, as situações humanas e sociais vivenciadas pelo Nazareno e seus seguidores. Nunca essa busca afastou-se das inquietações do presente. No momento em que vivemos - neste início de novo milênio, de tantas contradições e conflitos, mas também de esperanças e expectativas - Jesus continua mais atual do que nunca. Ficaremos contentes se, ao final deste livro, o leitor ficar instigado a conhecer mais esse personagem histórico único." 

Em O Livro dos Espíritos, no capítulo em que Allan Kardec explana sobre a Lei divina ou Lei natural, temos a questão 625, na qual podemos encontrar uma indicação de como Ele deve nos influenciar, sobretudo aos espíritas.  Assim o Codificador pergunta aos Espíritos Superiores:

"Qual o tipo mais perfeito, que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e modelo?"

E a resposta é muito clara e objetiva:

"Vede Jesus."

Em complemento, Kardec escreve:

"Jesus é para o homem o modelo da perfeição moral a que a Humanidade pode pretender sobre a Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a mais pura expressão da Sua lei, porque ele estava animado de espírito divino e foi o ser mais puro que apareceu sobre a Terra."

Podemos afirmar, portanto, que a definição apresentada por Kardec, decerto por orientação e/ou inspiração do plano superior, foi exatíssima: Jesus é a pessoa mais indicada para termos como diretriz de comportamento e vivência interior, por ter sido ele possuidor de uma personalidade refinadíssima, com características comportamentais elevadíssimas e de uma consistente e profunda vivência espiritual. Desse modo, Jesus não é apenas um personagem histórico para ser admirado, divinizado ou idolatrado, mas alguém a ser consultado em todos os momentos de nossa vida.

Para respondermos, portanto, à pergunta-título Quem foi Jesus?,  fiquemos com as palavras do espírito Joanna de Ângelis:

"Jesus é o mais notável Ser da História da Humanidade.

(...) Sob qualquer aspecto considerado, o seu Testamento - o Evangelho - é o mais belo poema de esperanças e consolações de que se tem notícia. Concomitantemente, é precioso tratado de psicoterapia contemporânea, para os incontáveis males que afligem a criatura e a Humanidade.

Vivendo numa época em que predominava a ignorância em forma de sombra individual e coletiva, qual ocorre também nestes dias, embora em menor escala, Jesus cindiu o lado escuro da sociedade e das criaturas, iluminando as consciências com a proposta de libertação pelo conhecimento da Verdade e integração nos postulados soberanos do amor.

Jamais a Humanidade voltaria a viver dias como aqueles em que Ele esteve com as criaturas, sofrendo com elas e amando-as, ajudando-as e entendendo-as, ao tempo em que tomava exemplos da Natureza e, na sua pauta incomparável, cantava a melodia extraordinária da Boa Nova.

E ainda hoje a Sua voz alcança os ouvidos de todos aqueles que sofrem, ou que aspiram pelos ideais de beleza e de felicidade, ou que anelam por melhores dias, emulando-os em prosseguimento da tarefa e em autossuperação, ambicionando a plenitude." 


KARDEC, Allan. O Evangelho segundo o Espiritismo. Tradução de Salvador Gentile, revisão de Elias Barbosa. 195. ed. Araras, SP: IDE, 1996.

KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Tradução de Salvador Gentile, revisão de Elias Barbosa. 100. ed. Araras, SP: IDE, 1996.

 ÂNGELIS, Joanna de (espírito); FRANCO, Divaldo Pereira (psicografado por). Jesus e o Evangelho à luz da Psicologia Profunda. 1. ed. Salvador, BA: Livraria Espírita Alvorada, 2000. p. 9

CURY, Augusto Jorge. O Mestre dos Mestres (análise da inteligência de Cristo). 55. ed. São Paulo: Academia de Inteligência, 1999. p. 14 (literatura não-espírita)

 










sexta-feira, 13 de novembro de 2020

A lei de amor


O amor resume a doutrina de Jesus toda inteira, visto que esse é o sentimento por excelência, e os sentimentos são os instintos elevados à altura do progresso feito. […] E o ponto delicado do sentimento é o amor, não o amor no sentido vulgar do termo, mas esse sol interior que condensa e reúne em seu ardente foco todas as aspirações todas as revelações sobre-humanas. A lei de amor substitui a personalidade pela fusão dos seres; extingue as misérias sociais. Ditoso aquele que, ultrapassando a sua humanidade, ama com amplo amor os seus irmãos em sofrimento! Ditoso aquele que ama, pois não conhece a miséria da alma, nem a do corpo. Tem ligeiro os pés e vive como que transportado, fora de si mesmo. Quando Jesus pronunciou a divina palavra amor, os povos sobressaltaram-se e os mártires, ébrios de esperança, desceram ao circo.


QUESTÃO 625 - O LIVRO DOS ESPÍRITOS

O texto colocado entre aspas, em seguida às perguntas, é a resposta que os Espíritos deram. Para destacar as notas e explicações aditadas pelo autor, quando haja possibilidade de serem confundidas com o texto da resposta, empregou-se um outro tipo menor. Quando formam capítulos inteiros, sem ser possível a confusão, o mesmo tipo usado para as perguntas e respostas foi o empregado.


Parte 

625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo?

“Jesus.”


A.K.: Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava.


Quanto aos que, pretendendo instruir o homem na lei de Deus, o têm transviado, ensinando-lhes falsos princípios, isso aconteceu por haverem deixado que os dominassem sentimentos demasiado terrenos e por terem confundido as leis que regulam as condições da vida da alma, com as que regem a vida do corpo. Muitos hão apresentado como leis divinas simples leis humanas estatuídas para servir às paixões e dominar os homens.


ALLAN KARDEC. EVANGELHO SEGUNDO ESPIRITISMO.

ALLAN KARDEC. LIVRO DOS ESPIRITOS.







 



sexta-feira, 6 de novembro de 2020

Amor, Educando os Sentimentos

 



    Louváveis esforços indubitavelmente se empregam para fazer que a Humanidade progrida. Os bons sentimentos são animados, estimulados e honrados mais do que em qualquer outra época. Entretanto, o egoísmo, verme roedor, continua a ser a chaga social. É um mal real, que se alastra por todo o mundo e do qual cada homem é mais ou menos vítima. Cumpre, pois, combatê-lo, como se combate uma enfermidade epidêmica. Para isso, deve-se proceder como procedem os médicos: ir à origem do mal. Procurem-se em todas as partes do organismo social, da família aos povos, da choupana ao palácio, todas as causas, todas as influências que, ostensiva ou ocultamente, excitam, alimentam e desenvolvem o sentimento do egoísmo. Conhecidas as causas, o remédio se apresentará por si mesmo. Só restará então destruí-las, senão totalmente, de uma só vez, ao menos parcialmente, e o veneno pouco a pouco será eliminado. Poderá ser longa a cura, porque numerosas são as causas, mas não é impossível. Contudo, ela só se obterá se o mal for atacado em sua raiz, isto é, pela educação, não por essa educação que tende a fazer homens instruídos, mas pela que tende a fazer homens de bem. A educação, convenientemente entendida, constitui a chave do progresso moral.

FONTE: Sublime sementeira: evangelização espírita infantojuvenil / Miriam Masotti Dusi (Coord.); Cirne Ferreira de Araújo, Clara Lila Gonzalez de Araújo, Veridiana de Paula Reis Castro. - Brasília: Federação Espírita Brasileira, 2012













sexta-feira, 30 de outubro de 2020

AMOR


“Amar, no sentido profundo do termo, é o homem ser leal, probo, consciencioso, para fazer aos outros o que queira que estes lhe façam; é procurar em torno de si o sentido íntimo de todas as dores que acabrunham seus irmãos, para suavizá-las; é considerar como sua a grande família humana, porque essa família todos a encontrareis, dentro de certo período, em mundos mais adiantados; e os Espíritos que a compõem são, como vós, filhos de Deus, destinados a se elevarem ao infinito. Assim, não podeis recusar aos vossos irmãos o que Deus liberalmente vos outorgou, porquanto, de vosso lado, muito vos alegraria que vossos irmãos vos dessem aquilo de que necessitais. Para todos os sofrimentos, tende, pois, sempre uma palavra de esperança e de conforto, a fim de que sejais inteiramente amor e justiça”. – A Lei de amor

Evangelho Segundo o Espiritismo. Cap XI – amar ao próximo como a si mesmo















sexta-feira, 23 de outubro de 2020

EDUCANDO EMOÇÕES E SENTIMENTOS


 Educar a infância é semear o bom grão; é preparar uma nova sociedade, é criar um novo mundo onde habitará a justiça; onde reinará a solidariedade, garantindo o pão para todas as bocas, e a fraternidade a todos oferecendo ensejo de revelarem suas capacidades. É tempo de reconhecermos essas verdades. O Espiritismo, tendo por escopo principal promover a transformação do indivíduo, não pode permanecer por mais tempo alheio ao processo cuja eficácia é indiscutível na melhoria individual e social: a educação que, iniciada na infância, se transforma, no adulto, em autoeducação, realizando o sábio imperativo evangélico: Sede perfeitos como perfeito é o vosso Pai que estás nos céus.

Léon Denis, o grande apóstolo da Terceira Revelação, proferiu a seguinte sentença:

“O Espiritismo será o que os homens o fizerem.” Esta frase do eminente e destacado filósofo, com franqueza, impressionou-me mal durante muito tempo. Eu não me acomodava com o conceito de Denis. Achava que ele foi infeliz naquela expressão, porque, argumentava comigo mesmo: O Espiritismo é a Verdade e a Verdade é o que é e não o que os homens pretendem que seja.

Mais tarde, porém, com a reserva de experiências que fui acumulando, verifiquei que Léon Denis tem toda a razão no que disse a propósito da Doutrina Espírita. Realmente, as coisas se passam neste mundo, tal qual o conceito daquele conspícuo pensador. As palavras são as vestes das idéias. Os homens as interpretam segundo os seus interesses e pendores pessoais, das suas escolas e partidos. É assim que eles mudam as vesti- duras de uma ideia para outra, muito diversa, e, insistindo nessa troca, acabam conseguindo que o falso passe como verdadeiro, o irreal como pura evidência. A história humana está repleta de fatos dessa espécie.

Vejamos, por exemplo, o que foi o Cristianismo no seu berço, na sua fonte pulcra e o que é nos dias que correm. Que fizeram os homens do século do Cristianismo? Jesus predicou e deu testemunho de mansuetude, de solidariedade e das relações fraternas que devem servir de norma à vida humana. Partindo da paternidade divina, irmanou raças, nações e povos, abolindo as causas de separação. Fez notar, enfaticamente, que as finalidades do destino então na conquista do Reino de Deus, que é o da justiça, da liberdade e do amor. Sob a égide de tais postulados, Jesus afirmou: “Eu venci o mundo”. O que fizeram os homens, repetimos, dessa divina doutrina? Abandonaram aqueles sábios preceitos, enveredaram pela estrada do despotismo, empregando a violência ao invés da mansuetude [...].

Concluímos, pois, que o Cristianismo não permaneceu o que realmente é, mas ficou sendo o que os homens o fizeram.

Cumpre, agora, indagar: Que pretendem os homens fazer do Espiritismo, desviando-o de sua finalidade, precípua e verdadeira, que é, como desdobramento do Cristianismo, acender o facho da luz no interior das consciências, regenerando e reformando o homem por meio da Educação, tal como exemplificou o divino Mestre em sua passagem por este mundo?

Espíritas que me ouvis: Voltai vossa atenção para a escola — solução única de todos os problemas, dizendo com Jesus: “Deixai vir a mim os pequeninos, porque deles é o reino dos céus”.

Fonte: VINÍCIUS. Clama sem cessar. In:_________. O Mestre na educação. 10. ed. Rio de

Janeiro: FEB, 2009. p. 105-111.












sexta-feira, 16 de outubro de 2020

EDUCAÇÃO





EDUCAÇÃO

Disse-nos o Cristo: “Brilhe vossa luz...”

E ele mesmo, o Mestre divino, é a nossa divina luz na evolução planetária.

Admitia-se antigamente que a recomendação do Senhor fosse mero aviso de essência mística, conclamando profitentes do culto externo da escola religiosa a suposto relevo individual, depois da morte, na imaginária corte celeste.

Hoje, no entanto, reconhecemos que a lição de Jesus deve ser aplicada em todas as condições, todos os dias.

[...] A mente humana é um espelho de luz, emitindo raios e assimilando-os [...].

Esse espelho, entretanto, jaz mais ou menos prisioneiro nas sombras espessas da ignorância, à maneira de pedra valiosa incrustada no cascalho da furna ou nas anfractuosidades do precipício. Para que retrate a irradiação celeste e lance de si mesmo o próprio brilho, é indispensável se desentrance das trevas, à custa do esmeril do trabalho.

Reparamos, assim, a necessidade imprescritível da educação para todos os seres.

Lembremo-nos de que o Eterno Benfeitor, em sua lição verbal, fixou na forma imperativa a advertência a que nos referimos: “Brilhe vossa luz.”


Isso quer dizer que o potencial de luz do nosso espírito deve ful- gir em sua grandeza plena.

E semelhante feito somente poderá ser atingido pela educação que nos propicie o justo burilamento.

Mas a educação, com o cultivo da inteligência e com o aperfeiçoamento do campo íntimo, em exaltação de conhecimento e bondade, saber e virtude, não será conseguida tão só à força de instrução, que se imponha de fora para dentro, mas sim com a consciente adesão da vontade que, em se consagrando ao bem por si própria, sem constrangimento de qualquer natureza, pode libertar e polir o coração, nele plasmando a face cristalina da alma, capaz de refletir a vida gloriosa e transformar, consequentemente, o cérebro em preciosa usina de energia superior, projetando reflexos de beleza e sublimação.

Fonte: XAVIER, F. C. Educação. In:__________. Pensamento e vida. Pelo Espírito Emmanuel.

18. ed. Rio de Janeiro: FEB, 2010. p. 25-28.







HISTÓRIA 
O Descuido Impensado

No orfanato em que trabalhava, Irmã Clara era o ídolo de toda gente pelas virtudes que lhe adornavam o caráter.
Era meiga, devotada, diligente.
Daquela boca educada não saíam más palavras.
Se alguém comentava falhas alheias, vinha solícita, aconselhando:
- Tenhamos compaixão...
Inclinava a conversa em favor da benevolência e da paz.
Insuflava em quantos a ouviam o bom ânimo e o amor ao dever.
Além do mais, estimulava, acima de tudo, em todos os circunstantes a boa-vontade de trabalhar e servir para o bem.
- Irmã Clara – dizia uma educadora -, tenho necessidade do vestido para o sábado próximo.
Ela, que era a costureira dedicada de todos, respondia, contente:
- Trabalharemos até mais tarde. A peça ficará pronta.
- Irmã – intervinha uma das criadas -, e o avental?
- Amanhã será entregue – dizia Clara, sorrindo.
Em todas as atividades, mostrava-se a desvelada criatura qual anjo de bondade e paciência.
Invariavelmente rodeada de novelos de linha, respirava entre as agulha e a máquina de costurar.
Nas horas da prece, demorava-se longamente contrita na oração.
Com a passagem do tempo, tornava-se cada vez mais respeitada. Seus pareceres eram procurados com interesse.
Transformara-se em admirável autoridade da vida cristã.
Em verdade, porém, fazia por merecer as considerações de que era cercada.
Amparava sem alarde.
Auxiliava sem preocupação de recompensa.
Sabia ser bondosa, sem humilhar a ninguém com demonstrações de superioridade.
Rolaram os anos, como sempre, e chegou o dia em que a morte a conduziu para a vida espiritual.
Na Terra, o corpo da inesquecível benfeitora foi rodeado de flores e bênçãos, homenagens e cânticos e sua alma subiu, gloriosamente, para o Céu.
Um anjo recebe-a, carinhoso e alegre, à entrada.
Cumprimentou-a. Reportou-se aos bens que ela espalhara, todavia, sob impressão de assombro, Irmã Clara ouviu-o informar:
- Lastimo não posso demorar-se conosco senão três semanas.
- Oh! por quê? – interrogou a valorosa missionária.
- Será compelida a voltar, tomando novo corpo de carne no mundo – esclareceu o mensageiro.
- Como assim?
O anjo fitou-a, bondoso, e respondeu:
- A Irmã foi extremamente virtuosa; entretanto, na posição espiritual em que se encontrava não poderia cometer tão grande descuido. Desperdiçou uma enormidade de fios de linha, impensadamente. Os novelos que perdeu, davam para costurar alguns milhares de vestidos para crianças desamparadas.
- Oh! Oh! Deus me perdoe! – exclamou a santa desencarnada – e como resgatarei a dívida?
O anjo abraçou-a, carinhoso, e reconfortou-a dizendo:
- Não tema. Todos nós a ajudaremos, mas a querida irmã recomeçará sua tarefa no mundo, plantando um algodoal.
XAVIER, Francisco Cândido. Alvorada Cristã. Pelo Espírito Neio Lúcio. FEB.